Informática

Use seu coração como senha - ninguém tem um igual

Use seu coração como senha - ninguém tem um igual
O novo sistema de identificação usa um radar Doppler em miniatura e continua monitorando seu coração o tempo todo. [Imagem: Bob Wilder/Universidade de Buffalo]

Biometria do coração

Nem senha, nem digital, nem olhos - o futuro da biometria pode estar bem lá no fundo do seu peito.

Uma equipe da Universidade Buffalo, nos EUA, construiu um protótipo de sistema de identificação que detecta o coração do usuário para lhe dar acesso ao seu computador, celular ou qualquer aparelho eletrônico.

O sistema usa um radar de baixíssima potência - equivalente a uma conexão Wi-Fi - para detectar a geometria do coração, seu formato e tamanho, e como ele se movimenta, para criar uma assinatura pessoal.

"Nunca foram encontradas duas pessoas com corações idênticos," garante o pesquisador Wenyao Xu, acrescentando que o coração das pessoas também não costuma mudar, a menos que elas sofram alguma doença cardíaca grave.

Use seu coração como senha - ninguém tem um igual
O aparelho de biometria cardíaca é composto pelos dois sensores à esquerda. À direita está um atuador que simula o coração para realização de testes. [Imagem: Chen Song et al. (2017)]

Radar pessoal

Sistemas biométricos baseados no coração têm sido demonstrados há alguns anos, mas vinham dependendo de eletrodos medindo sinais de eletrocardiogramas.

O novo sistema, baseado em um radar Doppler, é não-invasivo e sem contato, e permanece monitorando o usuário continuamente, o que significa que a pessoa pode sair tranquilamente da frente do computador tendo certeza de que nenhuma outra pessoa conseguirá usá-lo.

O protótipo leva 8 segundos para identificar um coração pela primeira vez, e depois passa a reconhecê-lo de forma praticamente instantânea.

A equipe garante que o equipamento é seguro e agora vai trabalhar em sua miniaturização.

"O leitor [emite] cerca de 5 miliwatts, menos de 1% da radiação dos nossos smartphones. Estamos vivendo em um ambiente inundado de Wi-Fi todos os dias, e o novo sistema é tão seguro quanto os dispositivos Wi-Fi," disse Xu.

Bibliografia:

Cardiac Scan: A Non-contact and Continuous Heart-based User Authentication System
Chen Song, Feng Lin, Yan Zhuang, Wenyao Xu, Changzhi Li, Kui Ren
MobiCom 2017 Proceedings
https://sctracy.github.io/chensong.github.io/pdf/mobicom17.pdf




Outras notícias sobre:

Mais Temas