Plantão

StartOut Brasil apoiará internacionalização de empresas emergentes

Emergentes para o mundo

As empresas emergentes de base tecnológicas (startups) ganharam mais um incentivo para se internacionalizar.

O StartOut Brasil é um programa do governo federal que pretende levar anualmente 60 empresas para participar de semanas de imersão nos mais variados ecossistemas de inovação do mundo. O governo investirá R$ 3 milhões por ano no projeto.

A expectativa é que as empresas tenham um maior volume de negócios no exterior e tragam boas práticas de gestão dos mercados de inovação mais maduros. Para isso, as empresas selecionadas para participar do programa receberão apoio em todas etapas do processo de internacionalização.

O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) é um dos realizadores do StartOut Brasil. Como explicou o secretário de Inovação e Novos Negócios do MDIC, Marcos Vinícius de Souza,

"O MDIC [Ministério da Indústria e Comércio], em parceria com o Ministério das Relações Exteriores, Apex-Brasil, Sebrae e Anprotec, estará ao lado das startups do momento de planejamento ao softlanding, que é quando elas chegam no mercado de destino para se instalarem. Nós temos certeza que as empresas irão conquistar o mundo com o StartOut Brasil", declarou Marcos Vinícius de Souza, secretário de inovação e novos negócios do MDIC no lançamento do evento.

StartOut Brasil

O StartOut Brasil selecionará, por ciclo de imersão, até 15 startups com potencial de internacionalização para participar de missões no exterior.

As empresas terão acesso à consultoria especializada em internacionalização, mentoria com especialistas no mercado de destino e treinamento. Durante a missão, os empresários cumprirão agenda de trabalho montada para promover a prospecção de clientes e investidores e a conexão a ambientes de inovação, com visita a aceleradoras e incubadoras. Também são realizados seminários de oportunidades e reuniões com prestadores de serviço. No último dia da missão, é realizado um dia de demonstração dos produtos para investidores.

Quando retornam ao Brasil, as empresas terão apoio para definir sua estratégia de internacionalização e realizar a efetiva instalação no mercado-alvo (softlanding).

Em 2018 serão realizadas quatro missões de internacionalização: Berlim, Miami e duas vezes em Lisboa.

Mais informações podem ser obtidas no endereço do programa: www.startoutbrasil.com.br.





Outras notícias sobre:

Mais Temas